segunda-feira, 4 de agosto de 2008

DIÁRIO DE VIAGEM (O Embarque)

"Estou aqui em nome da tristeza
Trago a certeza de que o amor morreu"

É hora do embarque. o amor morreu ontem, mas eu não posso ficar para o seu enterro. daqui pra frente o que me espera? novos amores, pessoas novas, novas paisagens? mas não são sempre as mesmas as paisagens e as gentes? e o que muda? talvez o cheiro...

2 comentários:

Lunna Montez'zinny disse...

O cheiro com certeza muda. Que bom ler você novamente. Suas palavras causam-me um instante de pausa, como se eu pudesse ir ali espiar uma outra paisagem e depois voltar.
Ah! E será mesmo que o amor morreu e se assim o foi realmente, talvez ele ressuscite em alguém, em algum lugar, novo ou antigo, não acha?

Aroma disse...

Este blog não permite comentários anônimos.
Comento, se vc me permite:

"o meu amor morreu na virada da montanha"
essa música seria melhor
=D

valá, menino, correr o mundo q eh seu, por direito. e dever, agora.